Projeto de PCB para Planta IoT – Parte 1

Sempre ao iniciar a jornada ao mundo maker, uma das primeiras coisas as quais tem que se aprender é a entender e projetar circuitos. Afinal, somente assim podemos dar vida às nossas ideias e interagir com o “mundo real”, não é mesmo? E, nesse âmbito, uma das primeiras coisas às quais temos contato é a protoboard, uma plataforma para prototipar hardware muito útil e versátil. Porém, a protoboard deixa a desejar quando o assunto é aplicação dos circuitos em ambientes mais hostis e aplicações reais / fora de nossos laboratórios, ou seja, quando a coisa é mais séria e se exige um protótipo mais consolidado. Sendo assim, o próximo passo de um projeto (após validado em protoboard, claro) é ter uma PCI – Placa de Circuito Impresso (ou, em inglês, PCBPrinted Circuit Board), para assim poder ir a campo sem medo (e, além disso, dar um ar mais profissional ao seu projeto).

E é justamente isso que esta série de posts vai ensinar: como montar suas próprias placas de circuito impresso, com base no projeto Planta IoT.

 

Clique aqui para ler a publicação na íntegra.