TickAttack: um gerenciador de tarefas simples para um ARM Cortex-M0

Ao fazer um projeto utilizando sistemas embarcados, deve-se garantir sobretudo que as chances de travamento e falhas sejam as menores possíveis. Afinal, um sistema embarcado normalmente está envolvido em operações em que funcionam por anos a fio, podendo ser altamente críticas ou não. Para conseguir projetar um sistema embarcado mais imune a erros e falhas, uma ótima pedida é isolar as funcionalidades e fazer com que uma não interfira diretamente na outra.

Uma forma de fazer isso é utilizar a abordagem de escalonamento / agendamento de tarefas e um núcleo principal. Este artigo fala sobre um projeto nesta abordagem: TickAttack. O TickAttack trata-se de um gerenciador de tarefas simples a ser aplicado, com ótimo desempenho, a um microcontrolador ARM Cortex-M0.

 

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.